domingo, 30 de dezembro de 2012

Saber se Consultar



É fato: somos seres interdependentes. Afinal, estamos invariavelmente ligados uns aos outros, ao ambiente e a todos os seres vivos. No entanto, não podemos confundir este estado interdependente com o de manter-se dependente.




sábado, 29 de dezembro de 2012

A Última Revelação...



"A maior parte da dor humana é desnecessária. Cria-se a si própria enquanto for a mente inobservada a dirigir a vida. A dor que você criar agora será sempre uma certa forma de não aceitação, uma certa forma de resistência inconsciente àquilo que é.



Eckhart Tolle - Iluminação

O Efeito Sombra






Imagine que cada característica, cada emoção, cada pensamen­to sombrio que você tenta ignorar ou negar, seja como uma bola de praia que você segura embaixo d'água.

Você pega o self egoísta, o raivoso, o excessivamente bom, o não tão bom assim, o tolo, o convencido — todos eles — e, subitamente, está opri­mido com todas essas bolas de praia que tenta segurar.







sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Como Ter Compaixão Por Aqueles Que Nos Fazem Sofrer




Como vimos na semana passada, não é tão difícil de reconhecer um psicopata: eles são narcisistas, pensam muito e sentem pouco. Tomam decisões com base em como podem ser beneficiados com prazer, auto -satisfação, poder, status e diversão.

O livro "Mentes Perigosas", da psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva, revela-nos uma realidade difícil de ser assimilada: uma pessoa pode ter uma limitação biológica que a faz sedutora, inteligente e nada empática.





Psicopatas `Leves´ Pesam Muito





Quem não conhece um "leve" psicopata? Depois de ter lido o livro "Mentes Perigosas", da psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva, você vai ver que conhece, e muitos!

Eles são narcisistas, egocêntricos. Pensam muito e sentem pouco. Tomam decisões a partir de como podem ser beneficiados com prazer, autossatisfação, poder, status e diversão.






Autossabotagem e os Ganhos Secundários




Para cada situação negativa que mantemos na nossa vida, existem ‘ganhos secundários’. São algumas aparentes vantagens que o nosso inconsciente encontra para nos manter em uma situação de sofrimento. Parece sem lógica, mas é assim que funciona. Vou explicar melhor o processo.






Decisões Que Trazem Liberdade...

Semana passada quando contei aqui a história em que me foi mostrada uma situação onde me via diante de uns bibelôs que eu sabia que deveria quebrar, mas, que acabei guardando... não podia imaginar que aquilo de alguma forma se manifestaria também na minha realidade... em situação que aparentemente não tinha nada a ver...


Vi-me diante de uma situação que ao invés de resolver de vez, preferi adiar... assim como algo que o incomoda e você deixa pra lá, para resolver depois... ou assim como guardamos no armário coisas que não servem, mas que nos mantêm conectados à esperança de poderem servir em um futuro... Fiz isso e na mesma hora cliquei na página do meu facebook e percebo que alguém acabara de postar uma imagem muito bonita de uma passagem redonda entre folhagens... Leio a mensagem e aquilo bate com tanta força como se alguém me sacudisse para me despertar para o que eu acabara de fazer...

Olhando de frente...




Olhando o movimento da vida ao meu redor, é fácil perceber como tudo está se manifestando muito rapidamente... tanto as coisas boas como as aparentemente não tão boas... como nossos medos, por exemplo.




Mas entendo que esse movimento todo que está se dando, trazendo à tona as coisas que mais tememos, é uma grande oportunidade de ampliar as nossas possibilidades. Tudo que prende e limita se manifesta na nossa frente para ser visto, aceito e liberado. Muitas vezes, passamos a vida tentando evitar situações das quais temos muito medo... mas eis que um dia, inesperadamente, a vida nos coloca diante delas sem chance de fugir, e só nos resta olhá-las de frente... e isso, ao contrário do que possa parecer, pode ser uma bênção... mas para descobrir a bênção, precisamos nos afastar um pouquinho e aproveitar o que veio à tona, trabalhando para liberar na Luz.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Abra Mão do Julgamento Pessoal








Você tem as emoções que acha merecer. No entanto, muitas vezes, não são as emoções que você quer. Longe disso. Todos fazem malabarismo de sentimentos "ruins" e "bons", o que leva ao julgamento pessoal.







quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Vamos Curar o Mundo em 2013!




Imagine uma célula do corpo que pensa que é um ser separado, que não faz parte do grande organismo vivo. Essa célula olha para as doenças, toxinas e mazelas do corpo como uma criatura externa que julga tudo e não se sente como uma parte integrante daquele ser maior. Ela não entende que ela é também aquele ser maior. E ao não se enxergar como parte do todo, a célula critica, julga, joga a culpa das mazelas em outras células e órgãos, gerando desamor e rejeição a si mesma, o que acaba provocando mais desarmonia e doenças.





Revolução da alma







Ninguém é dono da sua felicidade, por isso não entregue a sua alegria, a sua paz, a sua vida, nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém. 






Com Sede do Que a Alma Quer...


Quando parece que, o que fazia tanto sentido até então, perde o sentido...

Quando parece que, nada daquilo que buscávamos, até então, é o que nossa Alma quer...

Quando parece que, o que nos sustentava não sustenta mais...



E quando isso tudo, nos dá uma sensação de desamparo, um incômodo inexplicável, pode ser que estejamos nos preparando para algo completamente novo e completamente diferente.

Se por muito tempo encontramos respostas e segurança em coisas que nos alimentavam a Alma, talvez seja hora de entender que essas coisas foram degraus preciosos, mas não um fim em si mesmas.

Eu Tinha, Eu Era...Eu Tenho, Eu Sou!




No final de semana do feriado, resolvi ir ao cinema, rsrs que idéia mais absurda, cinema lotado, milhares de pessoas com a mesma idéia, e eu que desisti de viajar pensando que seria tranquilo ficar por aqui. Essa almejada tranquilidade acho que não existe em mais nenhum lugar...





Passei então o programa para o dia seguinte, sábado, às 11:30h, que bela idéia, cinema vazio e o filme a curtir pela frente.

Assisti ao filme "Meia-Noite em Paris", o filme me fez pensar um pouco sobre a vida que levamos hoje, o tanto que tentamos nos conectar com o passado que já foi ou com o futuro que virá. Este é o mais nítido reflexo da insatisfação vivida hoje. No filme, o autor vive uma vida que não desejaria, não se encontra nos padrões exigidos pela sociedade, e portanto, volta sempre ao passado como se aquela fosse a época ideal a ter sido vivida.

A voz do medo não é a do coração...






Os medos muitas vezes nos paralisam e nos impedem de viver... passamos a vida com uma atitude defensiva sem nem saber ao certo do que estamos nos defendendo.







Quantas vezes nos deparamos com situações que, assim, do nada, nos dão um frio na barriga e tentamos fugir delas a todo custo...Não sabemos o que tem ali que nos dá um medo inexplicável...

Vi-me, assim, diante de um medo enorme por uma situação que, aparentemente, não tinha nada de ameaçadora, mas a minha primeira reação foi a de fugir e minha mente até que tentou encontrar explicações racionais que justificassem aquele medo.... mas nada lógico foi encontrado como motivo...

Ho'oponopono é Simples...Mas Funciona!




Perceber que as pessoas que atraímos para nossas vidas trazem coisas a respeito de nós mesmos nem sempre é fácil...

Algumas pessoas nos aparecem com problemas tão estranhos, com medos tão absurdos... que nem de longe imaginamos que, de alguma forma, aquilo nos sinaliza para algo que temos que liberar em nós mesmos...





Enquanto não aceitamos isso, é um pulo para nos colocarmos na condição de vítima dessa ou daquela pessoa, não entendemos por que o outro age assim e muito menos por que essa pessoa está em nossa vida.

A partir do momento em que assumimos 100% de responsabilidade por tudo que nos acontece... entendemos que, na verdade, não somos vítima de nada, e que o Universo nos coloca com determinadas pessoas justamente para o crescimento mútuo... podemos colher frutos ricos preciosos de todos os nossos relacionamentos.

Um Caminhar Mais Livre




A vida sempre nos dá lições preciosas para o nosso crescimento, mas algumas fazem tanta diferença que são um marco entre um tempo e outro.






Uma das lições mais preciosas que vivenciei, foi quando me dei conta que a opinião do outro sobre mim, ou sobre coisas que me são importantes, são só um ponto de vista, e não têm o poder de mudar o que eu realmente sou...

É que muitas vezes nos sentimos valorizados ou desvalorizados com o julgamento do outro, e isso, conforme o caso, tem o poder de nos colocar muito para baixo... Como se a opinião do outro fosse verdade absoluta e, se for uma avaliação que consideramos "negativa", vinda de alguém que temos consideração, pensamos erroneamente que aquilo nos diminui de alguma forma...

O Medo...e a Felicidade...




Estava aqui pensando com meus botões em quantas vezes senti medo em situações,que...uma vez solucionadas... me mostravam claramente,como o medo era algo muito desproporcional ao que realmente estava acontecendo.




Acho que temos medo porque não confiamos plenamente no Universo , e pensamos que temos que resolver tudo com nossos recursos.

Com isso, diante de coisas que já parecem tão grandes e ameaçadoras, tratamos de torná-las ainda maiores, alimentando-as com nossas memórias e pensamentos equivocados...E como um fermento, o nosso medo vai fazendo tudo ficar muito maior e mais assustador... nos limitando a espaços, exteriores e interiores, cada vez mais apertados.

Você é Sua Única Companhia Para Toda a Vida...





Final de semana em Angra dos Reis, um misto de mar e montanha, privilégio Divino, depois de longas semanas de trabalho e cursos sem descanso.





Cada segundo foi aproveitado para renovação das energias e, quando ela acontece, a inspiração vem junto, como missão a ser transmitida.

Pensei muito sobre o fato de que o local, por mais bonito e deslumbrante que seja, nunca poder nos trazer a sensação de paz e tranquilidade se em nosso íntimo houver algum tipo de desequilíbrio emocional ou ressentimento. Isto pode, sim, significar levar a sua mala de problemas pessoais para o paraíso, e fazer deste o pior local do mundo.

O Que Não Tem Remédio...Remediado Está!



Desde criança escuto essa frase e só agora percebo quanta sabedoria existe aí.

Só agora, quando já consigo não me estressar tanto com as coisas que acontecem diferentes do que gostaria, e ficar calma, entendendo que reclamar e resistir ao que já aconteceu, só prolonga o sofrimento e cria conflitos... é que percebo quanto sofrimento e complicação poderiam ser evitados se seguíssemos esse ditado popular mais vezes em nossas vidas.





Muitas vezes, ficamos tempos, e até conheço pessoas que passam uma vida, reclamando de coisas que não deram certo ou que não sairam como elas queriam.

E pensamos assim: se tivesse acontecido dessa forma tudo seria diferente... e de novo sofremos com o passado e impedimos o presente de se manifestar. Ficamos presos e geramos enorme sofrimento diante de coisas que realmente não têm remédio... e que não dependem da nossa ação.

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

O Apego Incontrolável



O apego é a etapa seguinte ao desejo.Ou seja, há uma diferença entre sentir um desejo e estar apegado a ele.

Esta informação pode parecer óbvia, mas nela há uma informação importantíssima para superarmos a dor do apego: ele é uma intensificação do desejo, mas não é em si mesmo, desejo!

Em geral, não compreendemos esta distinção entre desejo e apego, e por isso nos tornamos prisioneiros de nossos desejos.




Paz Profunda





A vida muitas vezes nos surpreende com uma onda de acontecimentos absolutamente inesperados e... nesses momentos, o melhor a fazer talvez seja fluir com os acontecimentos, sem resistir a eles...






Temos a ilusão que estamos no controle das coisas, mas é mesmo pura ilusão, porque a vida costuma mudar o rumo e nos deixar perplexos diante de coisas onde não podemos fazer nada... a não ser observar os fatos se desenrolarem diante dos nossos olhos perplexos...e parece que as mudanças às vezes chegam todas juntas.

Para nosso ego, que é apegado a pessoas e situações, a nossa avaliação pode não ser positiva em princípio... mas, se ampliarmos nosso campo de visão, vamos ver que, em um plano maior, o que nos parece ruim pode não ser...

A Cada Momento Uma Escolha





A cada momento uma escolha, escolha por ser feliz ou escolha por cultivar emoções e sentimentos negativos que não o levarão a lugar nenhum.

Ontem tive um jantar com amigos, que me fez pensar nas escolhas que fazemos ao longo de nossas vidas.






Tenho duas alas de amigos que são os extremos opostos; de um lado, amigos que levam a vida de uma maneira pesada e árdua, onde as obrigações e o trabalho são um peso,o dinheiro deve ser controlado e muito bem aplicado e principalmente guardado.

Jamais desperdiçam em coisas que aparentemente são inúteis e que não fazem sentido. O sorriso no rosto e o gesto de carinho são coisas que raramente aparecem para dar um alô. Levam a vida como uma rotina intensa e assim se sentem confortáveis, pois a dominam. O novo pode trazer desgaste e problemas.

Quanto Tempo Perdemos na Vida!



A vida hoje nos leva sempre a termos a nítida sensação que fizemos pouco, que os dias voam e que nunca temos tempo para fazer o que de fato nos dá prazer.

O bombardeio de informações nos assola a cada momento e por mais que nos sintamos antenados com o mundo sempre temos a impressão que deixamos algo por fazer.




Essa correria intensa não nos permite perceber que muitas vezes estamos no caminho errado. Mas existe outro ângulo desta questão de tempo que precisamos observar com carinho: será que estamos perdendo tempo com coisas que não nos trarão nada de bom?

O fato de estar completamente inserida em uma situação não nos permite assumir a posição de observador, e uma paradinha para reflexão pode nos fazer chegar à conclusão que estamos perdendo tempo com coisas que nada nos acrescentarão.

Quanto Maior a Expectativa, Maior a Decepção





Final de ano chegando... e o balanço do que vivemos e de como as nossas vidas se encontram é inevitável.

Tempo de angústias e insatisfações para uns e de alegria e comemorações para outros, mas nunca se perde a esperança de tudo ser melhor do que já foi.






A esperança dá sabor à existência e condiciona os nossos rumos, mas as expectativas exageradas, que se baseiam em fantasias ou sonhos infundados, podem nos trazer sérias consequências.

O amor incondicional, que nada espera em troca e que tudo supera, é a melhor forma de conduzir a nossa vida.Quando nada esperamos, o que vem em nossa direção se transforma em alegria e felicidade. As expectativas exageradas usualmente nos levam à cegueira frente à realidade dos fatos.

Não Caia na Rotina... e Se Já Caiu, Saia Dela...





O pior da rotina é que nem percebemos como estamos sendo presos por ela, e vamos seguindo por seus caminhos já traçados que nos roubam toda possibilidade de estar no presente...

Coisas repetitivas, que pensamos são as que mais gostamos de fazer, nos prendem tão sutilmente que...





Deixamos muitas vezes de experimentar o novo e a vida que ele traz, só porque gostamos de fazer daquela forma, gostamos de comer aquelas coisas, naqueles horários, gostamos de ir naqueles lugares, encontrar aquelas pessoas.

Mais uma infinita gama de coisas que "gostamos de fazer" e que acabam virando rotina, e que muitas vezes nos impedem de experimentar coisas que poderíamos gostar muito mais...

domingo, 23 de dezembro de 2012

Autoestima - O Papel da Criança Boazinha





De vez em quando, ao atender algum(a) cliente, vem a tona o padrão emocional da criança boazinha. Vou descrever como esse padrão é formado, por que ele é formado, e as consequências que ele trás.





sábado, 22 de dezembro de 2012

O Brilho da Felicidade...




Algo estranho tem acontecido comigo... estou mais feliz... agora... Pensando bem... estranho é achar que é estranho estar mais feliz... Não que não fosse feliz, mas agora é uma felicidade mais livre... Como felicidade não precisa de explicação, vou deixar os detalhes para lá...






Mas mesmo sem explicação, entendo que algumas coisas fizeram a diferença... primeiro foi o não fazer planos seguido da quebra das rotinas e... da disponibilidade para ser feliz.

Os dois primeiros eu já contei aqui... agora... a disponibilidade para ser feliz aconteceu assim do nada... Um dia em que eu me vi esperando que a minha felicidade viesse da ação do outro e de coisas fora de mim, que não aconteciam.... me senti muito triste...

Como Gerar Energia de Uma Frustração...



Muitas vezes, assim que acordamos nossa mente busca responder à pergunta:
Que dia é hoje? O que eu tenho que fazer?

Se surgir em nós um sentimento de dever e obrigação, logo nos sentiremos pesados e cansados.

Mas se houver em nós curiosidade e interesse em aproveitar este dia como uma oportunidade única, sentiremos ânimo e alegria.



É Fato: Se Você Não Se Enxerga, Também Não Se Mostra!


Esse papo de que a gente precisa primeiro se amar para somente depois se tornar aprazível ao amor do outro é, na teoria, bem simples de entender.

Mais ou menos como quando a gente viaja de avião e, antes mesmo de decolar, os comissários se apressam em avisar: "Em caso de despressurização da cabine, máscaras de oxigênio cairão automaticamente à sua frente. Coloque primeiro a sua e somente depois auxilie quem estiver ao seu lado".

Ou seja, se você não se der conta de que precisa cuidar, antes de tudo, de si mesmo, não estará apto a cuidar do outro e nem despertará nele o desejo de cuidar de você.


sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Será Você Seu Principal Inimigo?



Cobranças excessivas, noites sem dormir, desgastes emocionais, discussões sem motivo, projeções futuras sem a mínima chance de concretização,seja no âmbito de relacionamentos ou profissional, sim, tudo isto pode estar destruindo seu campo emocional.

Hoje em dia, cada vez mais presenciamos situações de desequilíbrio, no trabalho, em casa e nas relações de amizade. O interesse se sobrepõe a tudo e a todos na grande maioria dos casos, e isto acontece quando escolhemos ou permitimos.



As pessoas equilibradas conseguem se manter à parte de tudo isso, e vivem na luz. Porém, quando estamos em fase de desequilíbrio energético, viramos inimigos de nós mesmos.Criamos situações que não permitem crescimento ou felicidade, somente angústia, depressão e cobrança excessiva.

Quantas e quantas vezes já escutamos: se você não se ama, quem irá amá-lo?
Se você não se valoriza, quem irá valorizá-lo?
Se você não acredita em você, quem irá acreditar em você?
Mas e se todas essas respostas forem sim?

Livre Arbítrio





Ninguém melhor que você pode saber o que é bom para a sua vida. Ninguém, com suas experiências, por mais frutuosas que tenham sido, poderá ditar o que você deve ou não fazer.







Solte as Amarras!


Você já teve a impressão que a vida de todo mundo vai para a frente e a sua não?

Já se perguntou por que você não consegue isso ou aquilo?

Alguma vez já pensou que você anda, anda e parece estar sempre no mesmo lugar?



Espelhos da Alma


Como expectadores da vida alheia, julgamos diariamente os gestos e atitudes do nosso próximo.

Quem diz que nunca julga, não é honesto consigo mesmo.

Quando fazemos um comentário, qualquer que seja, estamos julgando.



Seja Você Mesmo



Quando nos recusamos a passar quem realmente somos para os outros, é a nossa imagem que eles passam a conhecer e até a amar ou não apreciar,e não aquilo que somos verdadeiramente.




Olhe Para Trás!




Está vendo o caminho percorrido? Entre quedas e tropeços, subidas e descidas, momentos bons e ruins, chegamos até aqui.



Erga-se



Sabe aquele momento que a gente pensa que chegou no limite das próprias forças e que não vai mais conseguir avançar?

Quando não contemos as lágrimas (e nem devemos!) e tudo parece um grande vazio?




Ceder


Por que será que nos lamentamos tanto quando nos decepcionamos, perdemos e erramos?

O mundo não acaba quando nos enganamos; ele muda, talvez, de direção. Mas precisamos tirar partido dos nossos erros.



Recomeçar é preciso...


Não sei dizer se a vida nos cansa ou se nós é que nos sentimos fadigados às vezes da existência. Nos repetimos sempre. Ou quase. E nos lamentamos desse dia-a-dia onde nos levantamos, trabalhamos, regressamos e descansamos para no dia seguinte recomeçarmos.


quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Como Lidar Com a Confusão Emocional






Quando estamos confusos emocionalmente, nossa mente se desloca em várias direções ao mesmo tempo e intensifica nossas avaliações.






Porque Tudo se Renova...

Outro dia, sem nem perceber... me peguei me aceitando, em algumas coisas que antes não aceitava em mim... e pude sentir o gosto da liberdade bem na ponta da língua, de tão real...



Sabe aquelas coisinhas que você julga que não são muito boas, coisinhas bobas e sem importância, mas que, por memórias equivocadas não se adequam ao que cabe dentro das regras, e você se vê, automaticamente, seguindo ainda essas regras... e fazendo muita coisa porque ainda tem que.


Pois é... de repente me vi livre de muitos "tem que"....e foi tão bom... mas tão bom que pude sentir como é simples ser feliz. Percebi como ainda tinha medo de me revelar por inteiro... como sou... sem mais nem menos...

E é tão bom, quando dentro das suas possibilidades do momento, você se aceita mais um pouquinho que seja, com seus supostos defeitos e qualidades...sem julgar se aquilo é um defeito ou qualidade, mas aceitando que aquilo é Você na forma em que se encontra hoje...

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Relação Acabada Não Pode Virar 'Peso Morto'





Depois de passar um dia inteiro fazendo as revisões de um livro meu diretamente no arquivo do computador, dei por encerrada esta delicada e cansativa tarefa.






Ninguém Aqui é Puro Anjo ou Demônio

Uma vez, em um dos meus trabalhos nas montanhas, acordei cantando um pedaço de uma música que ficou o tempo todo na minha cabeça...

O trecho que ficava repetindo era: "ninguém aqui é puro anjo ou demônio"...

Hoje, de novo, acordei com essa frase na cabeça e com uma compreensão ainda maior do que isso significa...


E percebi mais um pouco como o fato de querermos ser só uma coisa ou outra... atrapalha em muito nossas vidas... Geralmente, queremos ser só o que consideramos "bom" e a parte da nossa natureza que consideramos "ruim" tentamos esconder a todo custo, e acabamos fazendo isso tão bem que as escondemos até de nós mesmos... e elas, como nossa sombra, fazem mais estragos do que quando aceitamos que somos humanos e que temos tudo dentro de nós...

Geralmente, somos taxados e taxamos os outros de corajoso ou medroso, calmo ou nervoso, trabalhador ou preguiçoso... e assim vai, em uma extensa lista de qualidades e seus opostos, considerados defeitos.

Relacionamentos: a codependência como fuga de sí mesmo




Muitas vezes, dedicamos 100% de nossas vidas em prol de outra pessoa achando que estamos fazendo o bem ajudando um outro ser humano e não percebemos que essa ajuda, pode ser sim, nada mais, do que uma fuga em exercer responsabilidade sobre nossas próprias vidas.

É mais fácil cuidar e ajudar o outro do que nos ajudar. Entenda que a ajuda, a qual me refiro, não é uma ajuda saudável de troca, é ajuda dedicada, doentia, mórbida, castradora onde, um ajuda e o outro suga. É o famoso dar o peixe sem ensinar a pescar.



terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Tudo o Que Você Precisa Está aí Dentro.





Encontramos tanta informação o dia inteiro em jornais, rádios, revistas, livros, internet e através de pessoas.

Nessa era da informação, acabamos acreditando que a única coisa que basta é sermos bem informados sobre o mundo e os acontecimentos.







segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Carência







A metafísica explica os fatos e situações que estão ligados à teia universal e vão além do que os nossos olhos podem enxergar de uma forma racional e mecanicista.








quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O Melhor Momento Para Aplicarmos a EFT




Tendemos a colocar a responsabilidade pelo que sentimos, de bom ou de ruim, nas pessoas e circunstâncias ao nosso redor. Se estamos com raiva, mágoa, sentindo rejeição, sentindo injustiçados, mal tratados, é porque alguém fez algo contra nós. É culpa da outra pessoa. Ou então a culpa é do governo.





Abrindo-nos às Infinitas Possibilidades




Recentemente, encontrei-me diante de uma situação pela qual pude constatar como ainda estava presa a memórias equivocadas, que reduzem nossa realidade somente aos possíveis caminhos ditados pela nossa mente limitada.




Percebi que em determinada situação estava presa a possibilidades extremamente reduzidas.Vi que uma parte de mim, quando se trata de coisas mais práticas, ainda acreditava que as coisas só poderiam acontecer se percorressem aqueles caminhos que eu conhecia.

Quando minha mente percorria os caminhos conhecidos, já querendo me convencer da dificuldade das coisas para fluírem naquela situação, vi claramente como aquela era só uma parte infinitamente pequena... e que, além dos limites da minha mente... além dos caminhos conhecidos... existiam infinitas possibilidades.

O Que Nunca Sonhamos...







"Eu recebo orientação divina, estou sempre no lugar certo, na hora certa.Tudo aquilo que faço está orquestrado para o meu crescimento mais elevado, minha consciência mais elevada, minha evolução mais elevada".







Essa frase é do livro "Os Mensageiros do Amanhecer", e muito me ajudou em uma época da minha vida... depois veio o "Ho'oponopono" o "Peça e Receba"... e outras coisas que sempre enfatizam a entrega dos nossos caminhos a uma força maior... à nossa parte Divina.

Quando fazemos essa entrega, de uma forma ou de outra, é como se nosso ego reconhecesse que ele não é capaz de algumas coisas, mas que a Divindade que habita em cada um É... e se deixa guiar por quem sabe...

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O Mundo é um Espelho...






Sei que às vezes é difícil a gente acreditar que é responsável por todos os problemas que se apresentam nas nossas vidas...
Mas, sei também, que enquanto não fizermos isso, fica muito difícil resolvê-los.








Aparentemente, podemos melhorar as situações com soluções paliativas que trazem alívio momentâneo, para logo ali na frente, na próxima esquina da vida, nos depararmos de novo com o mesmo problema... em outra roupagem, com personagens diferentes, mas, lá no fundo, a mesma situação se repetindo.

E a gente pensa: será que nunca vou me livrar disso? E acabamos muitas vezes nos familiarizando tanto com aquele problema que passamos a acreditar que, naquele ponto, as coisas não podem mesmo dar certo...

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Será que sinto falta de você ou de alguém em minha vida?



Estar em um relacionamento e sentir-se absolutamente só é um dos piores sentimentos que alguém pode sentir.

Ah! Se tudo acontecesse do dia para a noite, a identificação de como reagir poderia ser mais clara e fácil.




No entanto, na maioria das histórias o afastamento tem sim um motivo, porém, a consolidação deste afastamento vai sendo feito no dia a dia, com pequenos gestos e atitudes e quando nos damos conta, nem ao menos sabemos mais quem é a outra pessoa que vive ao nosso lado.

Os maiores inimigos com que nos deparamos nesta solidão a dois é o medo de não mais conseguir resgatar o que foi perdido um dia ou a indiferença que no fundo é o que de fato mata o amor.