domingo, 30 de junho de 2013

Não Existe Almoço Grátis


As dificuldades que temos em relação à prosperidade financeira estão muito ligadas às nossas crenças a respeito do dinheiro e à facilidade ou dificuldade em se permitir receber o que é bom. Já escrevi a respeito deste assunto uma outras vezes.



sexta-feira, 28 de junho de 2013

O sapo pulou da panela...ou Merecimento...




Todos nós de uma forma ou de outra fomos pegos de surpresa com as manifestações no Brasil e muitas reações foram despertadas... memórias de experiências passadas dessa e de outras vidas... o clamor da nossa Alma por Liberdade... medos... um sentido de desorientação... e muitas outras reações que cada um experimenta de acordo com sua história.... mas acho que entre todas para mim ficou forte a liberdade...





Recorri ao Ho'oponopono, o limpar as memórias que em mim estavam causando aquilo, e claro que sempre esperando que tudo aconteça sem violência e para o bem de todos...

Parece que o povo estava meio adormecido e anestesiado porque que foi, pouco a pouco... ao longo de muito tempo, convencido a acreditar que merecia cada vez menos e, a aceitar cada vez mais coisas que não condizem com a ética e com a verdade... e assim, como na história do sapo na panela onde contam que, se você joga um sapo em uma panela de água fervendo, ele salta imediatamente e sai vivo, mesmo que com algumas queimaduras, ao passo que, se ele é colocado em uma panela com água fria e se coloca a panela no fogo para que a água vá esquentando pouco a pouco, o sapo se acostuma com a temperatura e não sai da panela, até que a água ferve e ele não consegue mais pular e, morre sem possibilidade de reação...

terça-feira, 25 de junho de 2013

Arriscar-se Para Prevenir







Certa vez, escutei um mestre budista dizer: "Existem duas formas de sair do sofrimento: uma via inteligência, outra via sofrimento. Em geral, escolhemos a segunda, porque só quando o sofrimento se torna insuportável é que nos decidimos a buscar soluções que nos ajudem a superá-lo".






Por Que Aceitamos Que Alguém Nos Trate Mal?




Certa vez, disse a Lama Gangchen Rinpoche: "Desta vez quero olhar para a negatividade de frente. Não vou negá-la". Ele, então, me respondeu: "Olhar é bom, mas não a toque. É como quando você assiste ao noticiário na TV. Você vê a negatividade, mas não deixa que ela entre na sua casa. Você pode encarar a negatividade de frente, mas não deixe que ela entre na sua mente.".






segunda-feira, 24 de junho de 2013

Sua vida é reflexo dos arredores dela!



Neste final de semana, estive em um local mágico no meio de uma cadeia de montanhas e cachoeiras
 
Finais de semana como este me inspiram e me levam sempre a reflexões e análises de tudo e todos





Essa análise se torna mais clara e transparente na proporção em que se encontra a
nossa energia. Dependendo do seu momento energético, esta é a ótica que você enxerga o mundo.

Estava em uma região de montanhas com ar puro e muito verde, os quartos voltados para a cachoeira... Que delícia... dormir com aquele som de tranquilidade! Pela manhã, acordar com o canto de pássaros e sinos que avisam os horários de práticas como meditação, caminhadas e terapias corporais.

O Que Afeta a Prosperidade Financeira







Muito se sabe sobre as causas das doenças físicas e como preveni-las. Os mais conscientes entendem que a parte emocional está intimamente ligada a uma boa saúde.








Você reconhece seus erros e limitações?





Que todo mundo tem defeitos, creio que não restem dúvidas. Teoricamente, já nos sabemos imperfeitos. Porém, no exercício da vida, parece que, muitas vezes, insistimos em nos achar 'sempre certos' ou nos exigir nada menos que a perfeição. O resultado? Frustrações e confusões na certa!








Penso que o maior problema esteja no fato de não nos aceitar diante dos enganos e das limitações. De não nos acolher. De tentarmos negar o próprio erro. Ou ainda de culpar o outro pelo que sentimos e não gostamos de sentir e pelo que fazemos, mas não gostamos dos resultados. Daí, tentamos os atalhos. Damos desculpas. Inventamos razões de mentira!

A quem estamos tentando enganar? Acreditamos que ao outro, mas enganamos a nós mesmos. E adiamos as soluções. Prorrogamos as mudanças tão necessárias. Deixamos escapar as lições e as oportunidades de, enfim, compreender e aprender. Desperdiçamos tempo e vida. E tem gente que insiste nesta dinâmica durante a maior parte de sua história!

Você quer mudar, mas não sabe como?




Vira e mexe, depois de escrever um novo artigo semanal, recebo mensagens de leitores dizendo que sabem que precisam mudar, fazer diferente, tomar novas atitudes, mas não sabem como, nem por onde começar!





Faz sentido! Os grandes pensadores vêm nos alertando sobre o quanto uma mudança interior é necessária,  requer muita dedicação e, de fato, não é fácil.

Mas também é certo que esta é a única forma de fazer a vida valer a pena: tornar-se você, dia após dia, aprendendo a retirar carapuças, remover crenças que não são suas e, feito ostra, encontrar enfim a pérola dentro si mesmo!

domingo, 23 de junho de 2013

Nada Existe Fora do Agora




O passado e o futuro não são tão reais quanto o presente? Afinal, o passado determina quem somos e de que forma agimos no presente. E os nossos objetivos futuros determinam as atitudes que tomamos no presente.





O Significado Psicológico das Cores

 
MARROM
O marrom simboliza a terra, que é fixa e possui todos os nutrientes necessários para alimentar o planeta e gerar novas vidas. Também preenche os espaços vazios de um território com acomodação e movimentos justos, gerando pequenos tremores ou grandes terremotos.



sexta-feira, 21 de junho de 2013

Você Quer Mudar ou Ficar Justificando a Sua Situação?

Esse comportamento é interessante. Você observa a realidade que está vivendo, muitas vezes não sabe o que fazer para modificá-la para melhor, e aí racionalmente começa a encontrar uma série de razões lógicas e plausíveis, fatores externos que não dependem de você, e justificam plenamente a situação em que você se encontra.


O que você faria se fosse dono de si?




Aposto que está dizendo para si mesmo algo como: "mas eu sou o dono de mim!". Tomara que esteja mesmo reivindicando esse seu lugar!







Tomara que não tenha dúvidas de que, em última instância e a despeito das regras sociais, culturas, familiares e econômicas, entre outras, é você quem decide pelo menos o que pensa e sente!

E convenhamos: se conseguir ter uma boa dose de consciência sobre o que pensa e sente, vai ficar bem mais fácil decidir o que fazer. E daí, é fato: quando você finalmente tem essa percepção, parecida com aquela sensação de que "a ficha finalmente caiu", você consegue decidir como vai agir, o que vai fazer diante de cada situação, especialmente as mais difíceis.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

terça-feira, 18 de junho de 2013

Prazer em Resolver Problemas







É um prazer resolver problemas quando os encaramos como um estímulo para a autorrealização. Afinal, a alegria diante de uma realização interior é genuína.








domingo, 16 de junho de 2013

Vocês terminaram, mas continuam se vendo?

Já avisa o velho ditado que "o que os olhos não veem, o coração não sente". Assim, podemos concluir que o que os olhos veem, o coração sente! Por isso, quando um casal coloca um ponto final num relacionamento, mas as circunstâncias da vida exigem que continue se vendo, o processo de finalização pode ficar bem mais difícil.


Mas, claro, é preciso considerar os detalhes! Se os dois estiverem bem resolvidos e tranquilos com a decisão de não mais continuarem juntos, o alcance dos olhos pouca influência terá sobre o ritmo do coração. A dificuldade, portanto, só será significativa para aquele cujo fim não foi uma opção, e sim a falta dela.

Geralmente, essa situação tem a ver com o fato de trabalharem juntos ou frequentarem os mesmos lugares ou ainda terem os mesmos amigos, como é o caso de Theo e Érica, personagens de Rodrigo Lombardi e Flávia Alessandra na atual novela das nove. Como esquecer uma pessoa, se a rotina insiste em fazer você se lembrar?

Não SOMOS nada. Apenas ESTAMOS...


Durante grande parte de minha vida, acreditei numa busca que começava com a seguinte pergunta: quem sou eu? Em alguns cursos que fiz, inclusive, uma das dinâmicas mais impactantes e inquietantes, ao menos para mim, tinha a ver com esse questionamento. Quem eu sou e o que estou fazendo aqui, neste mundo?



Não quero dizer, de forma alguma, que esta reflexão não tenha validade alguma. Certamente, tem. Mas hoje, depois de assimilar alguns novos conhecimentos, os quais mexeram bastante com algumas supostas convicções, penso que a melhor percepção - que não é um questionamento e nem precisa ser, necessariamente, uma reflexão - é: "eu não sou isso ou aquilo. Eu apenas estou isso ou aquilo neste momento".

Talvez, para os que precisam de conclusões ou explicações terminadas para se sentirem mais seguros sobre seu lugar no mundo, essa não seja uma percepção agradável. Diria até que a maioria de nós aprendeu a buscar no "quem sou eu" uma certa tranquilidade, uma certa estabilidade, uma certa impressão de que, uma vez respondida esta pergunta, algo estava posto e nos dava a chave para a vida, finalmente.

sábado, 15 de junho de 2013

Sua vida de ponta cabeça...saia dessa situação!




Nossa, tem horas que olhamos à nossa volta e nos parece inacreditável o que vemos, tudo parece estar desmoronando.

O emprego já não é mais o que era antes, o casamento está por um fio, as finanças à beira do caos... e assim vai.






Estas fases acontecem na vida de todas as pessoas, mas, nesse momento em que tudo parece ruir, o ideal é parar, analisar e verificar onde se encontra o fio da meada. Geralmente, há uma situação inicial que desencadeou tudo que está acontecendo nesse momento. Quando o negativo se instala em nossa vida por permissão nossa, tudo começa a entrar em colapso, para que você tenha absoluta certeza que precisa modificar o modo de vida.

Eu também já vivi momentos assim, e parece que eles não têm fim. Quando estamos no meio desse turbilhão de energias negativas, achamos que será eterno, mas não é! Tudo muda, basta que você decida por isso!

Generosidade...




A gente muitas vezes reclama das coisas que não estão dando certo... reclama da vida... reclama das pessoas... da falta de sorte e de um monte de coisas e quase nunca nos lembramos que só estamos colhendo as sementes que um dia plantamos...




Reclamar não resolve e só piora as coisas... mas adoramos reclamar e essa energia vai nos puxando cada vez mais para baixo. Se as coisas não estão dando certo, seja em que área for da sua vida, já parou para pensar por que isso está acontecendo? Já parou para perceber que, se continuar reclamando e se irritando com as pessoas e com os acontecimentos, você só está semeando coisas que só vão alimentar mais e mais o que já parece tão ruim... se continuarmos plantando o mesmo tipo de sementes, sempre vamos colher as mesmas coisas.

Quando olhamos ao redor, podemos perceber que a vida é generosa com algumas pessoas e com outras não, mas isso não acontece por acaso e sabemos que elas só estão colhendo o que plantaram... mesmo que agora as mesmas pessoas que estão colhendo generosidade, não tenham mais essa atitude, elas estão colhendo o que um dia plantaram e com certeza vão colher o que estão plantando hoje... Não tem como plantar medo e colher amor... e assim por diante...

A Verdadeira Causa dos Vícios e Compulsões






Uma amiga me perguntou se poderíamos utilizar a *EFT- técnica para autolimpeza emocional, para eliminar vícios de drogas. Eu falei que sim, claro que é possível e que dá excelentes resultados.








quinta-feira, 13 de junho de 2013

A Sombra: Ou Você Trata, Ou Ela Domina a Sua Vida







Todos nós carregamos um lado negativo, também chamado de"sombra" por alguns autores. Mas o que seria mais precisamente essa negatividade? São sentimentos que acumulamos desde que somos concebidos no útero materno até os dias atuais: medo, culpa, raiva, frustração, mágoa, rejeição, abandono, tristeza e etc...






Como é a Plenitude?

A glória da existência humana não está nas coisas que nos tornam únicos. Está no fato de podermos nos unir à inteligência cósmica; cada um de nós se torna uma parte consciente do todo. Quando isso acontece, ganhamos um mundo que nem chega a ser imaginado pelos pensamentos e sentimentos da vida  
co­tidiana.


quarta-feira, 12 de junho de 2013

A Verdade Por Trás Das Nossas Escolhas e Decisões




Guardamos no nosso inconsciente uma série de conflitos emocionais e sentimentos negativos que nos levam a fazer a maior parte das nossas escolhas. Pensamos que estamos decidindo por nós mesmos, pela sã consciência, quando, na verdade, somos levados a agir pela negatividade presente no nosso inconsciente.





domingo, 9 de junho de 2013

Gratidão...





Atraímos para nossa vida tudo que acreditamos, e quanto mais força têm nossas crenças, mais elas criam nossa realidade... mas, mesmo sabendo da força das nossas crenças na criação da nossa realidade, porque na maior parte das vezes não conseguimos criar uma realidade mais feliz em sintonia com o que queremos?







A maior parte das nossas crenças são inconscientes e trabalham criando, muitas vezes, o oposto daquilo que gostaríamos para nossas vidas... Sabemos que o Universo manifesta mais e mais daquilo em que colocamos nosso foco com mais intensidade, mas, infelizmente, as coisas que nos puxam para baixo geralmente ganham muito mais a nossa atenção do que aquelas que nos puxam para cima e levantam nosso astral.

É muito comum a gente ver uma pessoa que acabou de receber uma bênção, seja em que área for, e, ao invés de aproveitar e viver o momento de felicidade, prefere ir para o futuro se preocupar pensando se aquilo vai durar... se vai acontecer alguma coisa errada que vai atrapalhar, ou até mesmo no meio das coisas boas que se manifestam, buscar uma coisa, mesmo que pequena, que seja motivo de reclamação... e com isso, muitas vezes as bênçãos acabam se transformando em preocupação e estresse.

A Família, Expectativas e as Marcas da Decepção

As crianças fazem tudo para ter atenção e reconhecimento. Tudo o que elas não querem é decepcionar a família. Mesmo quando já somos adultos temos ainda algo infantil que precisa atender às expectativas da família, nos levando a fazer coisas e viver de um modo que vai contra nossa verdadeira vontade. Isso fica mais forte quando sentimos que no passado ficamos devendo algo e decepcionamos as expectativas dos pais.


sexta-feira, 7 de junho de 2013

Culpas e Responsabilidades Que as Crianças Assumem


Esse foi um caso real de uma aluna que atendi em um curso que ministrei de *EFT (técnica para autolimpeza emocional, veja como receber um manual gratuito no final do artigo) . O tema inicial que ela pediu para ser tratado foi "o medo da perda".



quinta-feira, 6 de junho de 2013

A Perda de Um Filho e o Aprendizado Pelo Sofrimento




É possível sempre aprender sem sofrer. Gosto de enfatizar isso para não cairmos na crença que muitas pessoas tem que é somente através do sofrimento que crescemos.





Abandonando o Tempo Psicológico





Aprenda a usar o tempo nos aspectos práticos da sua vida — podemos chamar de "tempo do relógio" —, mas retorne  imediatamente para perceber o momento presente, tão logo esses assuntos práticos tenham sido resolvidos. Assim, não haverá acúmulo do "tempo psicológico", que é a identificação com o passado e a projeção compulsiva e contínua no futuro.







THE POWER OF NOW - O Poder do Agora (legendas em português)

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Ver Por Si Mesmo e Não Crer




Uma das características essenciais do Budismo e a rejeição de qualquer fé previa. Crer é aceitar o que não sabemos se realmente existe.



terça-feira, 4 de junho de 2013

Por Que os Homens Buscam Tão Pouco o Autoconhecimento?





Nos cursos que ministro com temas relacionados ao autoconhecimento e a *EFT (técnica para autolimpeza emocional, veja como receber um manual gratuito no final do artigo) sempre temos um número de mulheres muito superior ao de homens. Na média, apenas 20% dos alunos é do sexo masculino. Essa proporção também se confirma na nossa página do Facebook.







A Armadilha da Autossabotagem








Há momentos da vida que reconhecemos que estamos prontos para dar um novo salto, para efetivar uma mudança profunda.









Sua vida com o freio de mão puxado!




Sim, este é um termo que em muitos casos podemos aplicar, por mais que aceleremos e busquemos alternativas, permanecemos no mesmo local, simplesmente por buscarmos as alternativas que não são corretas.




Este termo em muito se aplica na vida afetiva das pessoas; buscamos, buscamos e simplesmente entramos numa fria de novo! Somado ao fato de na maioria das vezes o novo amor ser exatamente igual ao anterior. Algumas explicações são plausíveis, uma delas é a atração, mesmo entendendo todas as tendências para buscar determinado companheiro ou companheira, até hoje pouco se decifrou sobre o processo de atração.

Como radiestesista, digo que energias iguais se atraem, dependendo da fase de vida em que você se encontra, é esta energia que trará para sua vida como complementar. E o que dizer da busca quando não estamos preparados? Ou seja, com as energias equilibradas? O jeito de ser de uma determinada pessoa é que a difere das demais, e isto nos atrai! Somos atraídos por alguém que nos dá impressão de ser a resposta do que procuravamos.

Como anda o seu Poder Pessoal?


Puxa, o que vem a ser o poder pessoal? Será que temos isso? Será que podemos tomar as rédeas de nossas vidas? Será que temos como escolher os caminhos que iremos trilhar?

Podemos discernir entre o que é bom ou ruim, ou temos que nos deixar levar pela vida?



Quantos questionamentos e dúvidas que fazem parte de nosso dia-a-dia e martelam sem parar em nossa cabeça em busca de respostas e soluções, que muitas vezes desejaríamos que fossem como um passe de mágica. É, tudo isso existe, sim! E faz parte da vida de todos nós, quando não somos senhores de nosso poder pessoal.

A radiestesia o leva a um equilíbrio tanto no ambiente de sua casa como de sua vida pessoal; este equilíbrio proporciona o poder pessoal.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

O Que o Impede de Fazer o Que Você Deseja?






Outro dia estava eu conversando com umas amigas que se queixavam um pouco do salário que estavam recebendo da empresa. Perguntei, então, por que não trabalhavam em algo por conta própria, pois assim poderiam ter possibilidades de ganhos ilimitados... "Medo de arriscar. É melhor ter um fixo que é certo, mesmo que seja pouco". Foi o que responderam.








Conquistar o Amor dos Outros


Muita gente aprendeu em livros e palestras de autoajuda a pensar primeiro em si e depois nos outros. Com certeza, quando damos atenção a nós mesmos, percebendo nossas emoções e desejos, nos fortalecemos para ajudar outras pessoas.


domingo, 2 de junho de 2013

Azia






Azia é medo! Puro medo! Pergunte‐se: Medo de quê?

Vamos tentar descobrir.




 

Gastrite







É o sinal das incertezas arrastadas por muito tempo. Você precisa ser compreendido, amado, confortado e ajudado.

Isso é maravilhoso, mas na prática não cai do céu. Ajude‐se, primeiro, decidindo sua vida, pois ninguém pode passar por situação alguma no seu lugar.